tubulação com teste hidropneumático

O que são ensaios hidropneumáticos e como são feitos

Realizar os ensaios hidropneumáticos é um dos meios para identificar se o nível de eficiência dos vasos e caldeiras estão em dia.

A maior parte dos gasodutos são fixados para assistir residenciais ou comerciais. Os ensaios hidropneumáticos são efetuados para que os vasos, caldeiras e suas tubulações sejam avaliados, e, para que problemas sejam localizados de maneira precoce.

Se você notar algum tipo de escape ou bloqueio nas tubulações da sua propriedade, será necessário realizar ensaios hidropneumáticos para que você saiba as reais condições do seu sistema e funcionamento.

Acompanhe este artigo e descubra como é feito esse teste, sua validade, os profissionais que realizam e a validade dos ensaios hidropneumáticos.

Ensaios hidropneumáticos (Teste de estanqueidade)

Os testes hidrostáticos e estanqueidade, também chamados de ensaios hidropneumáticos servem para a comprovação do estado de preservação das caldeiras, vasos de pressão e tubulações.

A inspeção de tanques de armazenamento e a realização dos ensaios hidropneumáticos em suas tubulações, tem a finalidade de verificar a aptidão na retenção de fluido, sem escape nas tubulações e suas conexões dos equipamentos, antes deles entrarem ou reentrarem em funcionamento.

Os ensaios hidropneumáticos representam o método mais utilizado para verificar se existe vazamento de gás nas tubulações ou não.

Através da pressurização da tubulação (ar comprimido), o técnico examina se, no decorrer de um determinado período de tempo, acontece alguma perda de pressão. 

Com o auxílio do manômetro (apetrecho utilizado para aferir a pressão), será possível verificar a quantidade do vazamento.

Geralmente, esses testes hidropneumáticos têm cerca de duas horas de duração, afinal, eles agem para atestar a segurança na instalação dos equipamentos a gás.

Se o valor apresentado for baixo a manutenção será bem fácil de realizar, podendo aplicar resina. Mas se o vazamento for muito alto, é preciso fazer o projeto para uma tubulação de gás nova.

Por que fazer os ensaios hidropneumáticos

Várias pessoas pensam que não é necessário realizar os ensaios nas tubulações pelo fato de não sentirem o odor de gás no local. 

Entretanto, a grande maioria dos incidentes envolvendo gases são provocados por escapes não identificados precocemente.

Isso ocorre porque muitas tubulações que foram feitas sem o auxílio de um profissional capacitado são instaladas de forma imprecisa. Isto é, elas podem cruzar por meio de forro de gesso ou em outros locais inapropriados, que podem deixar o gás confinado.

Assim, o simples ato de acender a lâmpada poderá promover um terrível acidente, com risco de vida e danos materiais.

Os ensaios são exigidos pelo corpo de bombeiros, o teste de estanqueidade é essencial para que o alvará de funcionamento de comércios, condomínios, ou qualquer outro estabelecimento que utilize o gás encanado seja emitido.

Quem realiza os ensaios hidropneumáticos

Empresas com profissionais especializados em ensaios são responsáveis na execução do teste, na manutenção, troca ou na fixação de uma tubulação, caso seja necessário. 

Os ensaios necessitam de muitos testes, pelo fato de labutar com componentes inflamáveis e que podem provocar estragos ao meio ambiente.

Antes do gás passar por toda tubulação é necessário que as experimentações e análises evidenciem padrões adequados. Assim sendo, ele estará liberado para percorrer por todas as válvulas e conexões. 

O engenheiro precisa emitir o certificado de teste de estanqueidade de rede, somente assim a empresa estará legalizada.

Verificando Vazamento Tubulacao - O Que São Ensaios Hidropneumáticos E Como São Feitos
O que são ensaios hidropneumáticos e como são feitos

Qual é a validade do teste de estanqueidade?

Conforme a norma NBR 15358, a inspeção deve ser realizada a cada 12 meses. Se a tubulação sofrer algum dano, ou tem suspeita de vazamentos, a revisão poderá ser feita quando necessária.

Ensaios hidropneumáticos (teste hidrostático)

O teste hidrostático é uma exigência técnica da Norma Regulamentadora NR13. Estabelece as exigências mínimas para a segurança e a saúde dos trabalhadores – tendo a integridade estrutural das caldeiras a vapor, vasos de pressão, e suas tubulações de interligação e tanques metálicos de armazenamento.

Ela engloba variados aspectos, como instalação, inspeção, manutenção e operação, entre eles, a utilização da bomba do teste hidrostático com o certificado.

O teste hidrostático é utilizado em variados casos sendo o mais comum nas inspeções NR13, ou quando os equipamentos são submetidos a algum reparo. 

Após a inspeção NR13 é emitido um laudo em conformidade com a NBR em questão e a Norma do Ministério do Trabalho.

As empresas de inspeção nr13 que realizam o teste  hidrostático em vasos de pressão, caldeiras e tubulações, tem o objetivo de analisar a integridade da estrutura dos equipamentos e a recuperação – se necessário.

O teste hidrostático é um ensaio que mede a resistência e a plenitude de um equipamento ou sistema pressurizado, como caldeiras, vasos de pressão e tubulações.

Utilizar água como fluido para o teste hidrostático é devido a sua atoxidade e clareza, ou melhor, se o vaso sujeito ao ensaio rompa, a água não ocasionará um impacto como aconteceria com qualquer tipo de gás.

O teste hidrostático confirma que não existe qualquer escape no recipiente e que sua base está segura para realizar normalmente sua função. 

Como realizar o teste hidrostático

Para efetuar o teste hidrostático, o recipiente é preenchido com água até sua capacidade máxima, tomando cuidado para retirar todo o ar, para que não existam bolsões de ar, com o uso de uma bomba hidráulica o fluido é pressurizado até chegar a pressão de teste. 

Tem variadas técnicas para atingir a pressão almejada, assim garantindo que o vaso que está em teste não estoure, por essa razão, ele deve ser realizado por um profissional habilitado e com experiência.

Quando atingir a pressão almejada, verifica-se o manômetro padrão que deve estar fixado em um local apropriado conforme a Norma Regulamentadora.

Com a ajuda do manômetro, será capaz de medir a quantidade do vazamento em litros por hora. A depender do valor mensurado, a tubulação de gás pode ser recuperada de forma rápida e com um baixo custo, com a colocação de resina. 

Se o vazamento for maior, o reparo precisa ser analisado ou, até mesmo, a elaboração de um projeto para a passagem de uma nova tubulação de gás.

Fique ligado na validade do seu certificado do teste de estanqueidade e permaneça regularizado, para evitar acidentes e prejuízos para sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 compartilhamentos autorizados desde que mantido a fonte, com link dofollow.

Apoie! compartilhar no

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Compartilhar no

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn