logística supermercado

Saiba como obter ganhos de agilidade e eficácia no processo logístico dos supermercados

A partir da década de 90, os supermercados passaram a ser responsáveis por uma parcela significativa da distribuição de materiais, exigindo eficácia operacional e competitiva para atender as demandas.

Melhorar a gestão e os processos logísticos, passou a ser fundamental para a sobrevivência dos supermercados. Independente do porte, a melhoria contínua na gestão de estoque, layout, abastecimento, armazenagem, movimentação e transporte de materiais, assumiu um importante papel estratégico, além do operacional.

Ajustar os sistemas de armazenagem e comunicação, de acordo com o perfil do estabelecimento, se faz necessário para melhorar a prática de atendimento e reposição de produtos. Os cuidados com a fragilidade de cada item bem como a atenção com aqueles que possuem alta demanda, vão definir o melhor local de exposição nas prateleiras, bem como dentro do depósito, para facilitar a reposição.

Ao estudar o layout do estabelecimento, é possível obter ganhos de tempo e espaço nos processos de armazenagem e distribuição, refletindo na eficiência da operação, na ergonomia e na redução de riscos de acidentes. Adequar as máquinas e os equipamentos de movimentação conforme os produtos que são manuseados, permite maior eficácia em todo o processo.

Vale ressaltar que os depósitos, além de considerar o uso da tecnologia de informação, como softwares de logística, precisam permitir um deslocamento e uma movimentação ágil dos produtos, desde o recebimento até a expedição dos materiais. 

O uso de um software para o gerenciamento de estoque e perecibilidade do item, aumenta a eficiência das operações e diminui custos, além de integrar todos os setores, facilitando desta forma a manutenção de estoque, localização do produto no depósito e transferência para o local da venda. Existem supermercados que já utilizam robôs, carrosséis de metal e diferentes recursos digitais para melhorar a eficiência.

Percebeu como a logística de um supermercado, deixou de ser algo totalmente operacional para algo estratégico? Essa postura vem de encontro ao foco nos ganhos de eficiência e geração de resultados positivos para o negócio.

Qual o melhor equipamento para agilizar a movimentação de cargas no supermercado?

Conforme citamos acima, a adequação dos equipamentos e máquinas de movimentação de cargas conforme os produtos a serem manuseados é importante para garantir a eficácia de operação. Para tanto, entender qual tipo de equipamento é mais indicado para cada operação é fundamental. 

Resumidamente, os equipamentos manuais são indicados para estruturas mais dinâmicas com custo reduzido. Já os equipamentos mecanizados, são indicados para estruturas que exigem o manuseio veloz das cargas. E, os equipamentos automáticos são indicados para estruturas que exijam otimização de processos e redução de custos operacionais.

Os supermercados manuseiam um volume elevado de mercadorias e o processo de armazenagem precisa estar atendo ao recebimento, inspeção, endereçamento, estocagem, separação, embalagem, carregamento, expedição e emissão de documentos e inventários. Entre estas etapas, vamos indicar alguns equipamentos que podem melhorar a performance logística e ergonômica do processo. 

Todo o supermercado possui uma área de recebimento e expedição dos materiais. Neste local, dependendo do porte do estabelecimento, é indicado o uso das Niveladoras de Docas, as quais vão compensar o desnível entre o caminhão e a doca, permitindo o acesso dos veículos industriais para fazer o carregamento ou o descarregamento. Também, existe a Plataforma Elevadora Móvel, que tem a mesma função, porém é indicada para locais que não possuem docas, como por exemplo prédios locados que não desejam investir em infraestrutura, ou para locais que tenham fluxo intensos e precisam flexibilizar o local onde ocorre o descarregamento das mercadorias. 

Plataforma niveladora de doca
Plataforma niveladora de doca

Já o transporte interno é feito através de empilhadeiras elétricas ou manuais e, dependendo do volume da carga, é possível movimentar os paletes com as Transpaleteiras Manuais, modelo de carrinho industrial também conhecido como paleteiras, que permite a movimentação dos paletes com facilidade. 

Transpaleteira manual SAUR
Transpaleteira manual SAUR

No depósito, recebimento ou área de separação (picking), a Empilhadeira Manual ou o Transpalete Pantográfico (Highlifter) podem ser aplicados para que a carga seja elevada até a altura ergonomicamente recomendável ao operador, para que ele possa fazer a descarga ou a separação manual das mercadorias. 

Empilhadeira manual
Empilhadeira manual
Transpaleteira highlifter
Transpaleteira highlifter

Em depósitos amplos com fluxo de movimentação elevado, a movimentação das cargas é realizada normalmente por empilhadeiras elétricas ou à combustão. Neste momento, utilizam-se frequentemente os garfos das empilhadeiras, que requerem manutenção constante. No caso dos Garfos Vetter, a vida útil é prolongada e eles são mais resistentes, devido ao seu incremento de material na dobra do garfo.

Garfos Vetter
Garfos Vetter

Dependendo do layout do depósito, é possível redesenhar o mesmo pensando na utilização de prateleiras com dupla profundidade. Com esta prática, a movimentação das cargas pode ser realizada através dos Garfos telescópicos ou Garfo Manutel, acoplados em empilhadeiras retráteis patoladas. Esses equipamentos permitem armazenar as cargas em prateleiras de dupla profundidade, obtendo um ganho de área de armazenagem de até 25%, considerando uma área de 3.000 m2.

Garfo telescópico
Garfo telescópico

Para melhorar a segurança e facilitar a operação, existem kits de câmeras e sensores com laser que são acoplados nos garfos das empilhadeiras, ou em outros implementos, tornando a operação inteligente e mais segura, por ampliar a visibilidade quando o equipamento e a carga obstruem a visão do operador.  

Câmera de garfo
Câmera de garfo

Outros implementos podem ser acoplados na empilhadeira, adequando a máquina para a melhor movimentação do produto. Uma empilhadeira com o Empurra Puxa Cargas (Push Pull) por exemplo, pensando na logística reversa, elimina a necessidade de receber paletes de fornecedores, representando ganhos econômicos e ergonômicos.

Empurra Puxa na Empilhadeira
Empurra Puxa na Empilhadeira

Já uma empilhadeira com o Posicionador Duplo de Garfos, permite movimentar dois paletes ao mesmo tempo, multiplicando os resultados e aumentando a produtividade. Este equipamento gera economia ao permitir a redução do número de empilhadeiras na operação.

posicionador garfos duplos - Saiba como obter ganhos de agilidade e eficácia no processo logístico dos supermercados
Posicionador duplo de garfos

Os equipamentos citados acima, ao mecanizarem as operações logísticas do supermercado, conquistam ganhos significativos em ergonomia dos operadores, segurança das movimentações das cargas, otimização de espaço e agilidade nas operações na área de armazenagem, refletindo na eficácia e na rentabilidade do segmento supermercadista.


Este artigo foi escrito pela equipe da SAUR equipamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Gastão Madeira, 427 cj13

Ubatuba – SP CEP 11680-000

Daniel Felipe Quaresma dos Santos ME

CNPJ 32.860.139/0001-00

Atalhos do site

© 2020 compartilhamentos autorizados desde que mantido a fonte, com link dofollow.

Compartilhar no

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Apoie! compartilhar no

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

50% de desconto no curso de operador de empilhadeira